Call us toll free: +55 11 3813-6286
Top notch Multipurpose WordPress Theme!

Vale Vivo realizou sua primeira venda com sucesso!


 

Empreender é perceber oportunidades e para a família Malta de Tapiraí, apoiados pelo Instituto Meio no programa de apoio ao empreendedorismo apoiado pelo Legado das Águas e o Instituto Votorantim, é um passo sonhado há muito tempo. Parte da produção de banana orgânica é transformada em farinha de banana. O grupo Vale Vivo realizou a primeira venda da sua farinha de banana orgânica este final de semana, e foi um sucesso! Eles estão todos os sábados na feira de orgânicos no Parque da Água Branca em São Paulo, das 07h às 12h. Garanta a sua, compre direto do produtor.

Certificação orgânica, uma saída para a agricultura familiar

por institutomeio em Agricultura familiar Comentários: 0

Os agricultores da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Bairro Garcias (APPRBG), de Apiaí (SP), estão executando o primeiro projeto do Instituto Meio que prevê certificação orgânica. É uma quebra de paradigmas, pois os agricultores estão acostumados a plantar tomate utilizando fertilizantes químicos e agrotóxicos. A novidade é o plantio de 110 mil mudas de morango com a safra prevista entre agosto e novembro. 40% da produção estará certificada pela Ecocert do Brasil. O plantio de morango orgânico une preservação ambiental com desenvolvimento: é uma oportunidade de crescimento para os pequenos produtores  já que possibilita o plantio em áreas menores e aumenta o valor agregado através da certificação orgânica.

Agricultores de Rondônia discutem desenvolvimento comunitário e geração de renda


Aumentar a geração de renda e associar a renda à qualidade de vida é um ideal de futuro que foi discutido em capacitações para o desenvolvimento comunitário entre os dias 9 e 11 de agosto nas comunidades de União Bandeirantes, Abunã e Joana D’arc, localidades atendidas pelo projeto Tempo de Empreender Rondônia, uma iniciativa do Instituto Camargo Correa. As comunidades rurais estão localizadas no entorno da Usina Hidrelétrica de Jirau (UHE Jirau), no município de Porto Velho. A oficina de trabalho e renda, ministrada pelo presidente do Instituto Meio, Lars Diederichsen, ajudou a reforçar a visão da necessidade de planejar o próprio negócio, assim como trocar experiências na comunidade e potencializar a vocação para o desempenho de qualquer atividade produtiva na comunidade. Para realizar esta tarefa estão sendo formandos os Comitês de Desenvolvimento Comunitário, integrados por representantes do poder publico, da sociedade civil incluindo os beneficiados dos projetos e demais agentes que possam contribuir para o desenvolvimento social, ambiental e econômico das comunidades.